A criança e o homem. O homem criança

Estrela da manhã

 

Acender uma luz em você

Acender         luz           você

Acende                   em você

Luz

                                                                                                                    Acende                     você

Eu vou acender uma luz em você?

Vou acender uma luz em você

Acende uma luz em você

Uma luz

 Você

                                                                                                                                      acende

 

 

 

A criança e o homem

 

Havia uma criança com imaginação muito fértil. Nas manhãs de sol, passava um tempo sentado, em silêncio, imaginando como seria o mundo lá onde o sol nascia, ou de onde a lua saia. Sua mãe, mulher sábia, tinha sempre uma resposta pronta. “O sol acaba de acordar e saiu para o passeio”. “A lua é a esposa do sol, mas eles nunca podem se encontrar, pois um é quente e o outro é frio.” Para completar, o arco-íris era a aliança de casamento do sol com a lua e na sua base, lá onde o sol nascia, estava um tesouro, guardado por duendes e outras criaturas mágicas.

Dessas histórias derivavam outras e assim o menino formava um novelo repleto de imagens e criações no mundo de um guri cheio de perguntas.

O tempo passou, veio a escola com seus enredos, os conteúdos de um mundo vasto, e o menino dos grandes olhos aos poucos foi encolhendo, saindo de cena. Acabou, com o lento passar dos dias, esquecido em um canto escuro da memória.

 

O homem andou por caminhos estreitos e largos, conheceu pessoas de lugares distantes, leu muitos livros e passou, então, a ter respostas prontas para os mistérios.

“Vejo nuvens escuras. Logo chove”, pensava ao olhar o céu.

 

Tempos depois as perguntas da infância voltaram. O menino retornou na vida adulta inquirindo:

Qual o sentido da vida?

Certamente acordar, comer, reproduzir, trabalhar e dormir não estava saciando a percepção sagaz do menino que há tempos não via o romance do sol com a lua, mas o passar dos dias carregado pela rotina.

Forçado por situações de crise, o homem teve que se voltar para as coisas do sol e da lua. Sabia que o tesouro não estava fácil de achar, mas com algum esforço, passou a desenrolar o novelo das fantasias infantis.

Ele não ouvia a voz do menino, mas sentia um desconforto crescente em sua vida. Algo não estava bem.

Em sua mente, uma voz suave dizia, nos raros momentos de silêncio que se permitia:

“Eu vou acender uma luz em você”.

Ele precisava dar espaço para o agir do menino dos grandes olhos em sua vida. Passou a observar a natureza, a fotografar, a fazer poemas. A voz, insistente, continuava:

acender uma luz em você.

Ele permitiu o crescer de algo verde e belo, um jardim, dentro dele. E se sentiu melhor. Assim, fazendo uma coisa de cada vez, foi deixando o menino dos grandes olhos agir, orientando-o nas opções e nas escolhas.

O homem voltou a ser um pouco menino. Os dois convivem em um espaço só deles, onde conversam e sorriem. Graças ao menino dos grandes olhos, o homem está redescobrindo um novo sentido para a sua vida.

 

Sobre panakui

O site www.folhadoamanha.net e o Sítio Panakuí convidam para a oficina Sítio Ecológico, um guia para salvar a terra, ministrada pelo jornalista e ecologista Moisés Matias. O pesquisador desenvolveu uma metodologia de valoração dos recursos naturais e culturais, um método de criação de um circulo virtuoso, similar ao indicador de Felicidade Interna Bruta (FIB), ou seja, onde há, supostamente, pobreza e tristeza, floresce a fartura e a felicidade. A oficina acontece nos sábados, no Sítio Ecológico onde foi desenvolvido o estudo. As inscrições podem ser feitas pelo fone (98) 3253 3372, ou pelo e-mail moises-matias@ig.com.br "Aprenda a fazer um sítio na sua casa, no seu apartamento ou em uma área de terra. Assim você estará atuando firme, em seu local de moradia,para salvar o planeta.

Publicado em 30/07/2012, em artigos, ecologia e criatividade, livro, meio ambiente. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s