Ecovila Ilha do Amanhã

 

Comunidade ecológica Ilha do Amanhã

 

Sempre gostei de ilha. Queria morar em uma, então fiz residência em São Luís, uma grande e bela ilha. Mas certo dia apareceu a ideia de ter uma ilha, minha e de algumas pessoas amigas, para compartilharmos a vida. Eu queria montar uma comunidade em uma ilha.  Um dos primeiros poemas que aprendi a recitar foi “Vou-me embora para Pasárgada”, de Manoel Bandeira*. E este poema inspirava o projeto de uma comunidade vivendo em uma ilha. Seria a nossa Pasárgada. Sim, eis um projeto maluco!

Passei um tempo arquitetando o plano. Conversei com algumas pessoas, estudei como poderia conseguir uma ilha. Visitei a Secretaria do Patrimônio da União (SPU) e comecei a trabalhar. Iniciei fazendo uma lista dos casais amigos que deveriam participar da comunidade. Após fazer a lista, passei para a fase seguinte, que seria convidar as pessoas, mostrar o projeto e convencê-las a entrar na comunidade. Tudo parecia muito fácil. Claro que elas iriam aceitar. Como recusar uma vida comunitária em uma ilha?

Até conversei com algumas pessoas. Mas a receptividade foi tão desanimadora que nem sei quantas cheguei a fazer o contato. Lembro de uma que recusou e ainda fez pirraça:

-morar numa ilha, isso não dá certo!

Tentei argumentar, mas não fui levado a sério. O projeto da comunidade da ilha, literalmente, naufragou na falta de adesão dos futuros inquilinos. A proposta foi arquivada, pois eu não poderia morar sozinho, com minha família, em uma ilha. Esse é o típico projeto que precisa de um grupo. Além do mais, tinha o caráter de Comunidade, com todos vivendo e compartilhando a vida. Que pena!

Anos depois, em um domingo, dia de pescar de canoa com um amigo, ele me apresentou uma ilha linda, cercada de mangue, com boa cobertura vegetal. Olha só, que interessante! Em pouco tempo estava com a posse da ilha e começando a tocar o projeto. Ainda apresentei o espaço para alguns amigos, mas não encontrei outro aventureiro para me acompanhar na viagem. E eu fui tocando a música. Durante três anos mantive o espaço, estudei a vegetação, preparei um ensaio fotográfico, fiz poço d´água e casa de apoio, um vídeo e um livro infantil sobre a Ilha do Amanhã, a minha pasárgada.

Entre o concepção do projeto e a aquisição da ilha se passarem uns 06 anos, mais uns 06 mantendo a área, lá se foram 12 anos de loucura com a história da ilha. Atualmente o local está sendo retomado para um projeto de visitação turística, em parceria com uma agência de turismo. Mas ainda espero os aliados interessados na construção de uma comunidade ecológica na Ilha do Amanhã. Topas a parada?

A canoa da aventura

(*”Bandeira a Vida Inteira“, Editora Alumbramento – Rio de Janeiro, 1986, pág. 90

Anúncios

Sobre panakui

O site www.folhadoamanha.net e o Sítio Panakuí convidam para a oficina Sítio Ecológico, um guia para salvar a terra, ministrada pelo jornalista e ecologista Moisés Matias. O pesquisador desenvolveu uma metodologia de valoração dos recursos naturais e culturais, um método de criação de um circulo virtuoso, similar ao indicador de Felicidade Interna Bruta (FIB), ou seja, onde há, supostamente, pobreza e tristeza, floresce a fartura e a felicidade. A oficina acontece nos sábados, no Sítio Ecológico onde foi desenvolvido o estudo. As inscrições podem ser feitas pelo fone (98) 3253 3372, ou pelo e-mail moises-matias@ig.com.br "Aprenda a fazer um sítio na sua casa, no seu apartamento ou em uma área de terra. Assim você estará atuando firme, em seu local de moradia,para salvar o planeta.

Publicado em 08/08/2012, em ecologia e criatividade, livro, meio ambiente, Vivências. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s