Sobre arte e nãolixo

 

Precisamos acabar, superar, o conceito de lixo. Há alguns anos reutilizo todo o resíduo orgânico da nossa casa. A coleta seletiva do material sólido é recente. Trabalho com seis recipientes, onde c

Arte infantil

oloco papel, plástico, vidro, metais, alumínio e outros.

Alguns materiais estou conseguindo reaproveitar. Outros, faço doações para uma entidade, que revende tudo para empresas recicladoras.

Em casa as dificuldades começam a ser superadas. Com o resíduo orgânico não temos problemas. Até o menor, Pedro Matias (08 anos) participa. Com a coleta seletiva há ainda resistências a serem superadas. Mas vamos conseguir.

O problema são os outros. A minha vizinhança ainda precisa ser conquistada. A cidade precisa ser conquistada. Em São Luís, Ma, não existe coleta seletiva.

Mas o que precisamos é superar o conceito de lixo. Lixo é uma uma abstração. Uma coisa inventada. Algo que foi infiltrado na cultura e que causa grandes males às pessoas, à vida, ao planeta.

Eu, por exemplo, evito citar o nome lixo. Falo em resíduo, em material, em matéria-prima, em energia e outras. Mas, principalmente, falo que o que jogamos fora não é excesso, ou sobras, mas riquezas, economias.

No Sítio Panakuí nos transformamos o nosso lixo em adubo, em material de uso, vaso de plantas e outras. Reinvente o seu olhar sobre o que você joga fora. Recrie o conceito, não pronuncie e estimule as pessoas próximas a usar outros termos.

Tirando o nome do vocabulário, poderemos tirá-lo da rotina diária. Este é o grande desafio: Não produzir lixo, nem mesmo o lixo no pensamento. Assim, tratamos também a nossa subjetividade.

Anúncios

Sobre panakui

O site www.folhadoamanha.net e o Sítio Panakuí convidam para a oficina Sítio Ecológico, um guia para salvar a terra, ministrada pelo jornalista e ecologista Moisés Matias. O pesquisador desenvolveu uma metodologia de valoração dos recursos naturais e culturais, um método de criação de um circulo virtuoso, similar ao indicador de Felicidade Interna Bruta (FIB), ou seja, onde há, supostamente, pobreza e tristeza, floresce a fartura e a felicidade. A oficina acontece nos sábados, no Sítio Ecológico onde foi desenvolvido o estudo. As inscrições podem ser feitas pelo fone (98) 3253 3372, ou pelo e-mail moises-matias@ig.com.br "Aprenda a fazer um sítio na sua casa, no seu apartamento ou em uma área de terra. Assim você estará atuando firme, em seu local de moradia,para salvar o planeta.

Publicado em 09/09/2012, em ecologia e criatividade, negócios. Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Luiz Alberto Ferreira

    Estou esperando a reportagem sobre compostagem sem minhocas –

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s