Um telhado novo para a casa Panakuí

A casa surgiu como um postal. Parece uma miragem no meio do verde. É a casa do Sítio Panakuí. Trata-se de uma obra em construção. Pretendemos que seja ecológica, então fazemos diversas operações e experiências.
A mais nova é a reforma do telhado da casa, construído com mais de 1800 palhas de babaçu, todas extraídas das palmeiras da área de 03 ha.
Com pouco mais de três anos, o telhado assemelha-se a uma peneira, tanto são os buracos. A palha, consumida pelo calor-chuva-vento, vem se desfazendo. Pensamos em aplicar uma solução química de proteção, ou a cera de carnaúba, mas como tratar tantas palhas?
Adiada por vários meses, finalmente deslanchamos a renovação do telhado. As novas centenas de palhas foram extraídas, sempre observando o período escuro da lua, garantia de um material de qualidade.
Duas equipes foram contratadas para a operação Extração da Palha. A última teve que vir de um município próximo, pois na localidade os encarregados fugiram da missão.
Mas amanhã, quinta-feira, 17.01, finalmente, concluiremos a nova cobertura da casa Panakuí. Após relutar em continuar com a palha, resolvemos adotar uma saída intermediária.
A maior parte da casa será coberta de palha, mas a varanda terá a proteção da Telha Ecológica de Babaçu, a nova descoberta do Sítio Panakuí, que será apresentada à sociedade em breve, assim como um outro tipo de telha ecológica, feita com um material reciclável de elevada resistência e abundante no região e no Brasil. A operação “cobertura de palha” está passando, não deixa saudades, mas a aprendizagem, a descoberta, acontece principalmente nos momentos de dificuldade. O próximo telhado será ainda mais ecológico.
DSC05700

DSC05698

DSC05728

DSC05735

DSC05745

DSC05756

DSC05760

Sobre panakui

O site www.folhadoamanha.net e o Sítio Panakuí convidam para a oficina Sítio Ecológico, um guia para salvar a terra, ministrada pelo jornalista e ecologista Moisés Matias. O pesquisador desenvolveu uma metodologia de valoração dos recursos naturais e culturais, um método de criação de um circulo virtuoso, similar ao indicador de Felicidade Interna Bruta (FIB), ou seja, onde há, supostamente, pobreza e tristeza, floresce a fartura e a felicidade. A oficina acontece nos sábados, no Sítio Ecológico onde foi desenvolvido o estudo. As inscrições podem ser feitas pelo fone (98) 3253 3372, ou pelo e-mail moises-matias@ig.com.br "Aprenda a fazer um sítio na sua casa, no seu apartamento ou em uma área de terra. Assim você estará atuando firme, em seu local de moradia,para salvar o planeta.

Publicado em 17/01/2013, em ecologia e criatividade, meio ambiente, Palestras, Vivências e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s