Panakui, o espaço do Pós -Pandemia e da Felicidade Interna Bruta

Nesta Pandemia estamos nos reorganizando para a apresentação do S.I.A Panakui como o espaço da estruturação da Felicidade Interna Bruta (FIB), como alternativa para sairmos da crise.

Tudo começou em 1998, quando iniciamos o projeto Panakui na zona rural de São Luís.

Nos primeiros anos estudamos e publicamos o livro Sítio Ecológico, um guia para salvar a terra.

Seguiu-se o modelo ecológico como um sistema integrado de qualidade de vida, com a publicação do livro Ecologia e Estresse.

Com a publicação do livro Ecologia e Criatividade, concluímos a trilogia S.I.A Panakui, como um sistema integrado que valoriza os recursos naturais, os conhecimentos tradicionais e o conteúdo aplicado ao desenvolvimento de uma vida com Felicidade Interna Bruta.

No período o modelo foi divulgado em outros espaços e em outros estados. Vários projetos foram concluídos. Cada livro foi adaptado para uma oficina.

Recebemos centenas de pessoas e realizamos dezenas de oficinas e encontros. Vários projetos estão concluídos e temos os processos que mostram como é possível valorizar os recursos naturais, com a integração do conhecimento tradicional.

Nos últimos seis anos, enfrentamos um Tumor na Cabeça com uma grande cirurgia, o que resultou em um AVC e uma semiparalisia no rosto e no corpo, que já superamos em 98%. Passamos por um grande estágio da vida, onde fui o paciente e a cobaia da experiência, vivendo em consultas, internações e cirurgias..

Mas Deus é maior e um propósito mais amplo foi se definindo: a transformação do S.I.A Panakui em um Espaço de Cura Ecológica. Nesta Pandemia estamos trabalhando na conclusão do livro Curar-se – a arte da autocura, a ser lançado em breve.

A pandemia nos mostra que precisamos viver a maior mudança das nossas vidas. O chamado Novo Normal Pós Pandemia precisa ser a ativação do modelo ecológico que se sustenta na ativação da FIB , a Felicidade Interna Bruta. E nós temos o S.I.A Panakui como modelo, pronto para ser difundido pelo Maranhão, o Brasil e o mundo.

Então, como diz a canção, “Vem, vamos embora, que esperar não é saber” . Vem que o novo já está pronto para acontecer em um modelo socialmente justo e ecologicamente sustentável.

Moises Matias

Publicado em 08/07/2020, em artigos. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s